Wednesday, July 25, 2007

Perdoa-me...
não saber olhar para os teus trabalhos,
não saber ler as tuas palavras.
Tudo o que é teu é vida,
e eu sou o lado sinistro do verbo, a morte.
Iria roubar-te luz, apoderar-me da tua força,
Destruiria os teus sonhos, um a um... sem piedade.


Um dia olhar-te-ei de frente, num outro século talvez, (porque não...?)
Voltarei inteiro, sairei do coma.

4 Comments:

Blogger prisu kim said...

A COR É VIDA....
BOM DIA.

3/8/07 10:29  
Blogger TMara said...

estive a actualizar leituras. Cada vez gosto + do k escreves. Vou fazer-te uma surpresa.
Depois aviso.
Bjs
Luz e paz

4/9/07 17:10  
Blogger TMara said...

Petrus, passa na minha casota, Indiquei-te para "A CANETA DE OURO". Lá encontras os links para te informaes de tudo.
Bjs
Luz e paz

5/9/07 00:26  
Blogger TMara said...

há smp um lado sombrio k ás vezes nos pesa e sombreia ou escurece tudo o k olhamos.
bjs
Luz e paz

19/9/07 14:37  

Post a Comment

<< Home